Frente integrada assume compromisso de defesa do direito autoral

21/12/2010

Uma frente integrada em defesa do direito autoral moral dos compositores foi consolidada, na última quarta (14), saldo da audiência promovida pelo Ministério ...

Novo Prazo

30/11/2010

Edital de Estímulo à Gestão Coletiva de Direitos Autorais O Ministério da Cultura prorrogou até o dia 28 de fevereiro o prazo final para o envio ...

Congresso Internacional Criatividade, Mercado e Diversidade Cultural

11/11/2010

Entre 1 e 3 de dezembro, o Rio de Janeiro recebe o Congresso Internacional Criatividade, Mercado e Diversidade Cultural. Discutir a propriedade intelectual ...

Reunião com entidades discute modernização da LDA

29/09/2010

Mesmo após a finalização da consulta pública para revisão da Lei de Direito Autoral, o anteprojeto continua recebendo sugestões de modernização. ...

Congresso discutirá Direito do Autor e Interesse Público

21/09/2010

Entre os dias 27 e 29 de setembro será realizado em Florianópolis, o IV Congresso de Direito de Autor e Interesse Público. Organizado pela Universidade ...

Direito Autoral

17/09/2010

De 27 a 29 de setembro, UFSC realizará II Congresso de Direito de Autor e Interesse Público O congresso é organizado pela Universidade Federal de Santa ...

Blog

“Músicos não têm que temer nada”

22/07/2010

Afirma o cantor e compositor, Ivan Lins, em comentário sobre o texto Músicos temem que mudança em direito autoral afete artistas, publicado no site Terra, escrito por Paquito, em 15/7/2010.

Os músicos não têm que temer nada, pois do lado deles estão discutindo também músicos, compositores e artistas que não tem vínculo nenhum (empregatício ou de qualquer outra ordem de interesse) com o Ecad, nem com as sociedades. São, pois, isentos de qualquer interesse que não seja dar ao músico, ao compositor, ao artista brasileiro o que ele merece. Não estamos declarando guerra a ninguém. Somente queremos ajudar a tornar a arrecadaçåo e a distribuiçåo dos direitos autorais no Brasil mais justas e eficientes.

E,vamos tentar, também, se possível, evitar que quem paga jabá à rádios, não receba tanto mais quanto quem não paga, ou não pode pagar, pois assim estaremos sempre premiando a “contravenção”, o que fica feio para nosso país, para nosso povo.

Quem não deve, não teme. Portanto,vamos discutir, ponto a ponto, dentro dos limites da civilidade e da razão, essa nova lei e transformá-la em uma lição ética, inteligente, eficiente e democrática para o mundo. Nós podemos… E devemos.

Grande abraço,

Ivan Lins

Be Sociable, Share!

Deixe um comentário

Você precisa logar para postar um comentário.