Frente integrada assume compromisso de defesa do direito autoral

21/12/2010

Uma frente integrada em defesa do direito autoral moral dos compositores foi consolidada, na última quarta (14), saldo da audiência promovida pelo Ministério ...

Novo Prazo

30/11/2010

Edital de Estímulo à Gestão Coletiva de Direitos Autorais O Ministério da Cultura prorrogou até o dia 28 de fevereiro o prazo final para o envio ...

Congresso Internacional Criatividade, Mercado e Diversidade Cultural

11/11/2010

Entre 1 e 3 de dezembro, o Rio de Janeiro recebe o Congresso Internacional Criatividade, Mercado e Diversidade Cultural. Discutir a propriedade intelectual ...

Reunião com entidades discute modernização da LDA

29/09/2010

Mesmo após a finalização da consulta pública para revisão da Lei de Direito Autoral, o anteprojeto continua recebendo sugestões de modernização. ...

Congresso discutirá Direito do Autor e Interesse Público

21/09/2010

Entre os dias 27 e 29 de setembro será realizado em Florianópolis, o IV Congresso de Direito de Autor e Interesse Público. Organizado pela Universidade ...

Direito Autoral

17/09/2010

De 27 a 29 de setembro, UFSC realizará II Congresso de Direito de Autor e Interesse Público O congresso é organizado pela Universidade Federal de Santa ...

Blog

IBPI: modernização da LDA traz equilíbrio entre direitos

10/08/2010

O Instituto Brasileiro de Propriedade Intelectual (IBPI) divulgou documento, assinado pelos juristas Karin Grau-Kuntz, Newton Silveira e Denis Borges Barbosa, que analisa a proposta de modernização da Lei de Direitos Autorais. A avaliação destaca, dentre outros pontos, o equilíbrio do direito de autor com outros princípios da ordem jurídica brasileira como a Defesa da Concorrência e do Consumidor.

Segundo o instituto, a noção de um direito do criador capaz de transcender o equilíbrio e harmonia é anti-social e ruim para os próprios criadores. Equilíbrio, nesse caso, é sinônimo de estabilidade social e trará ganhos para toda a sociedade brasileira, o que inclui também os autores. “quanto mais for desenvolvida culturalmente a sociedade brasileira, maior será o estímulo ao consumo de bens intelectuais e, consequentemente, maior o incentivo econômico para sua produção”, aponta o documento.

Com relação aos usos livres, previstos no anteprojeto, o trio de juristas considera que a intenção da proposta é “servir à liberdade de informação” e que o direito individual, no caso o do autor, deve estar em harmonia com o direito coletivo constitucional de acesso à cultura e ao conhecimento. Para eles, o documento do MinC “não vai além da linha delimitadora proposta internacionalmente pela Convenção de Berna”.

Sobre as licenças não-voluntárias, o estudo alerta para o perigo de se confudir exploração da obra intelectual com “desapropriação”. Os juristas explicam que a licença não-voluntária é um mecanismo para se alcançar equilíbrio jurídico e que o direito do autor já está reconhecido no sistema da ordem jurídica. Segundo a analise, o Estado cumpre, por meio delas, sua função de fomentador e incentivador da Cultura do país.

Leia aqui o estudo sobre o anteprojeto de lei de Direito Autoral na íntegra.

Be Sociable, Share!

Um comentário to “IBPI: modernização da LDA traz equilíbrio entre direitos”

  1. Tiago Puglia says:

    Um instituto que carrega a defesa do erro no próprio nome não poderia chegar a conclusão diferente.


Deixe um comentário

Você precisa logar para postar um comentário.