terça-feira, 21 de fevereiro de 2017 RSS Ouvidoria Fale com o Ministério
« Voltar Imprimir

Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa – Um conversor para facilitar o trabalho

Inter

link para o post original

Pra quem ainda não sabe, a partir de janeiro de 2009 entra em vigor o novo acordo ortográfico, as mudanças no idioma visam universalizar a língua portuguesa. Facilitando o intercâmbio cultural entre os países lusófonos entre outras coisas.

No Brasil 0,5% das palavras sofrerão modificações, em Portugal e nos restantes países lusófonos, as mudanças afetarão cerca de 2.600 palavras, ou seja, 1,6% do vocabulário total.

Seguindo uma sugestão do Inagaki decidi criar um conversor ortográfico, a principal dificuldade, além das regras que já não são simples, foi encontrar essas regras resumidas em um único local.

O conversor ortográfico está pronto e pode ser acessado aqui e para facilitar ainda mais a sua vida e a minha decidi publicar esse resumão com as principais mudanças:

Alfabeto
• Nova Regra: O alfabeto agora é formado por 26 letras
• Regra Antiga: O ‘k’, ‘w’ e ‘y’ não eram consideradas letras do nosso alfabeto.
• Como Será: Essas letras serão usadas em siglas, símbolos, nomes próprios, palavras estrangeiras e seus derivados. Exemplos: km, watt, Byron, byroniano

Trema
• Nova Regra: Não existe mais o trema em língua portuguesa. Apenas em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano
• Regra Antiga: agüentar, conseqüência, cinqüenta, qüinqüênio, frqüência, freqüente, eloqüência, eloqüente, argüição, delinqüir, pingüim, tranqüilo, lingüiça
• Como Será: aguentar, consequência, cinquenta, quinquênio, frequência, frequente, eloquência, eloquente, arguição, delinquir, pinguim, tranquilo, linguiça.

Acentuação
• Nova Regra: Ditongos abertos (ei, oi) não são mais acentuados em palavras paroxítonas
• Regra Antiga: assembléia, platéia, idéia, colméia, boléia, panacéia, Coréia, hebréia, bóia, paranóia, jibóia, apóio, heróico, paranóico
• Como Será: assembleia, plateia, ideia, colmeia, boleia, panaceia, Coreia, hebreia, boia, paranoia, jiboia, apoio, heroico, paranoico

Observações:
• nos ditongos abertos de palavras oxítonas e monossílabas o acento continua: herói, constrói, dói, anéis, papéis.
• o acento no ditongo aberto ‘eu’ continua: chapéu, véu, céu, ilhéu.

• Nova Regra: O hiato ‘oo’ não é mais acentuado
• Regra Antiga: enjôo, vôo, corôo, perdôo, côo, môo, abençôo, povôo
• Como Será: enjoo, voo, coroo, perdoo, coo, moo, abençoo, povoo

• Nova Regra: O hiato ‘ee’ não é mais acentuado
• Regra Antiga: crêem, dêem, lêem, vêem, descrêem, relêem, revêem
• Como Será: creem, deem, leem, veem, descreem, releem, reveem

• Nova Regra: Não existe mais o acento diferencial em palavras homógrafas
• Regra Antiga: pára (verbo), péla (substantivo e verbo), pêlo (substantivo), pêra (substantivo), péra (substantivo), pólo (substantivo)
• Como Será: para (verbo), pela (substantivo e verbo), pelo (substantivo), pera (substantivo), pera (substantivo), polo (substantivo)

Observação:
• o acento diferencial ainda permanece no verbo ‘poder’ (3ª pessoa do Pretérito Perfeito do Indicativo – ‘pôde’) e no verbo ‘pôr’ para diferenciar da preposição ‘por’

• Nova Regra: Não se acentua mais a letra ‘u’ nas formas verbais rizotônicas, quando precedido de ‘g’ ou ‘q’ e antes de ‘e’ ou ‘i’ (gue, que, gui, qui)
• Regra Antiga: argúi, apazigúe, averigúe, enxagúe, enxagúemos, obliqúe
• Como Será: argui, apazigue,averigue, enxague, ensaguemos, oblique

• Nova Regra: Não se acentua mais ‘i’ e ‘u’ tônicos em paroxítonas quando precedidos de ditongo
• Regra Antiga: baiúca, boiúna, cheiínho, saiínha, feiúra, feiúme
• Como Será: baiuca, boiuna, cheiinho, saiinha, feiura, feiume

Hífen
• Nova Regra: O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos (ou falsos prefixos) terminados em vogal + palavras iniciadas por ‘r’ ou ‘s’, sendo que essas devem ser dobradas
• Regra Antiga: ante-sala, ante-sacristia, auto-retrato, anti-social, anti-rugas, arqui-romântico, arqui-rivalidae, auto-regulamentação, auto-sugestão, contra-senso, contra-regra, contra-senha, extra-regimento, extra-sístole, extra-seco, infra-som, ultra-sonografia, semi-real, semi-sintético, supra-renal, supra-sensível
• Como Será: antessala, antessacristia, autorretrato, antissocial, antirrugas, arquirromântico, arquirrivalidade, autorregulamentação, contrassenha, extrarregimento, extrassístole, extrasseco, infrassom, inrarrenal, ultrarromântico, ultrassonografia, suprarrenal, suprassensível

Observação:
• em prefixos terminados por ‘r’, permanece o hífen se a palavra seguinte for iniciada pela mesma letra: hiper-realista, hiper-requintado, hiper-requisitado, inter-racial, inter-regional, inter-relação, super-racional, super-realista, super-resistente etc.

• Nova Regra: O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos (ou falsos prefixos) terminados em vogal + palavras iniciadas por outra vogal
• Regra Antiga: auto-afirmação, auto-ajuda, auto-aprendizagem, auto-escola, auto-estrada, auto-instrução, contra-exemplo, contra-indicação, contra-ordem, extra-escolar, extra-oficial, infra-estrutura, intra-ocular, intra-uterino, neo-expressionista, neo-imperialista, semi-aberto, semi-árido, semi-automático, semi-embriagado, semi-obscuridade, supra-ocular, ultra-elevado
• Como Será: autoafirmação, autoajuda, autoaprendizabem, autoescola, autoestrada, autoinstrução, contraexemplo, contraindicação, contraordem, extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista, semiaberto, semiautomático, semiárido, semiembriagado, semiobscuridade, supraocular, ultraelevado.

Observações:
• esta nova regra vai uniformizar algumas exceções já existentes antes: antiaéreo, antiamericano, socioeconômico etc.
• esta regra não se encaixa quando a palavra seguinte iniciar por ‘h’: anti-herói, anti-higiênico, extra-humano, semi-herbáceo etc.

• Nova Regra: Agora utiliza-se hífen quando a palavra é formada por um prefixo (ou falso prefixo) terminado em vogal + palavra iniciada pela mesma vogal.
• Regra Antiga: antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário, antiimperialista, arquiinimigo, arquiirmandade, microondas, microônibus, microorgânico
• Como Será: anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-inflacionário, anti-imperialista, arqui-inimigo, arqui-irmandade, micro-ondas, micro-ônibus, micro-orgânico

Observações:
• esta regra foi alterada por conta da regra anterior: prefixo termina com vogal + palavra inicia com vogal diferente = não tem hífen; prefixo termina com vogal + palavra inicia com mesma vogal = com hífen
• uma exceção é o prefixo ‘co’. Mesmo se a outra palavra inicia-se com a vogal ‘o’, NÃO utliza-se hífen.

• Nova Regra: Não usamos mais hífen em compostos que, pelo uso, perdeu-se a noção de composição
• Regra Antiga: manda-chuva, pára-quedas, pára-quedista, pára-lama, pára-brisa, pára-choque, pára-vento
• Como Será: mandachuva, paraquedas, paraquedista, paralama, parabrisa, parachoque, paravento

Observação:
• o uso do hífen permanece em palavras compostas que não contêm elemento de ligação e constiui unidade sintagmática e semântica, mantendo o acento próprio, bem como naquelas que designam espécies botânicas e zoológicas: ano-luz, azul-escuro, médico-cirurgião, conta-gotas, guarda-chuva, segunda-feira, tenente-coronel, beija-flor, couve-flor, erva-doce, mal-me-quer, bem-te-vi etc.

O uso do hífen permanece
• Em palavras formadas por prefixos ‘ex’, ‘vice’, ‘soto’: ex-marido, vice-presidente, soto-mestre
• Em palavras formadas por prefixos ‘circum’ e ‘pan’ + palavras iniciadas em vogal, M ou N: pan-americano, circum-navegação
• Em palavras formadas com prefixos ‘pré’, ‘pró’ e ‘pós’ + palavras que tem significado próprio: pré-natal, pró-desarmamento, pós-graduação
• Em palavras formadas pelas palavras ‘além’, ‘aquém’, ‘recém’, ‘sem’: além-mar, além-fronteiras, aquém-oceano, recém-nascidos, recém-casados, sem-número, sem-teto

Não existe mais hífen
• Em locuções de qualquer tipo (substantivas, adjetivas, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais): cão de guarda, fim de semana, café com leite, pão de mel, sala de jantar, cartão de visita, cor de vinho, à vontade, abaixo de, acerca de etc.
• Exceções: água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao-deus-dará, à queima-roupa.

Consoantes não pronunciadas
Fora do Brasil foram eliminadas as consoantes não pronunciadas:
• ação, didático, ótimo, batismo em vez de acção, didáctico, óptimo, baptismo

Grafia Dupla
De forma a contemplar as diferenças fonéticas existentes, aceitam-se duplas grafias em algumas palavras:
• António/Antônio, facto/fato, secção/seção.

Existem algumas controvérsias, tentei trabalhar apenas com aquilo que me pareceu ser senso comum, existe um material bem organizado no IG Educação para quem quiser se aprofundar: Acordo Ortográfico

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • MySpace
  • TwitThis
  • email
  • LinkedIn

Participação do Leitor

Espaço reservado exclusivamente para comentários acerca da matéria ou publicação veiculada nesta página. Solicitação de informações ou dúvidas devem ser encaminhadas por meio do Fale com o Ministério; reclamações ou denúncias devem ser dirigidas para Ouvidoria.

*

max. 1000 caracteres


Regras para comentários:

1. Os comentários terão moderação desta Assessoria de Comunicação.

2. Comentários que fujam ao teor da matéria serão excluídos.

3. Ofensas e quaisquer outras formas de difamação não serão publicadas.

4. Não publicamos denúncias. Nestes casos, serão enviadas à Ouvidoria, que as encaminhará aos órgãos cabíveis.

5. A postagem de comentários com links de matérias não produzidas por este ministério será excluída.

6. Respostas a questionamentos e esclarecimentos exigem consulta, impedindo-nos, por vezes, retorno imediato.



28 comentários

  • Josi

    25 de março de 2013

    Muito bom!
    Prático e fácil de memorizar!

  • Enry

    28 de janeiro de 2013

    Muito bom o novo acordo ortográfico

  • Isabel Cristina de Sousa Guimarães

    22 de novembro de 2012

    Muito bem elaborado. Parabéns e muito obrigada. Voltarei a acessar sempre que precisar.

  • Alin

    22 de novembro de 2012

    Ameiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11

  • POLI

    21 de novembro de 2012

    MUITO BOM ME AJUDOU BASTANTE ………

  • andrezza

    2 de agosto de 2012

    fala serio!o povo naum sabe nem a regra antiga imagine essa nova regra!mas valeu a pena pelo resumão.

  • lucas

    28 de junho de 2012

    GOSTEI DESSA LINGUA, MAIS E MUITO DIFICIU

  • livia

    21 de junho de 2012

    Gosteei muiito de site

  • katia rosane cancio

    16 de junho de 2012

    Gostei muito do resumão muito apropri
    ado

  • Aqui na Cozinha » Brigadeiro feito no micro-ondas

    8 de junho de 2012

    [...] do aparelho, mas da palavra. Vou fazer isso porque toda vez que uso alguma palavra que mudou com o Novo Acordo Ortográfico, de 2009, recebo uma enxurrada de emails e comentários falando que escrevi errado. Semana passada [...]

  • nathyely

    29 de maio de 2012

    pq nao cai o trema dos nomes proprios

  • CLP está em contagem regressiva para aderir ao novo acordo ortográfico « Jornalismo Multimídia

    29 de outubro de 2011

    [...] para deixar clara a utilização das novas regras. Diversos livros publicados , portais e conversores estão disponíveis. Para a bacharel em letras, a brasileira Ester Almeida, a previsão é que os [...]

  • Escrevendo sob o Novo Código Ortográfico

    29 de setembro de 2011

    [...] Um Guia da Reforma Ortográfica ou um Conversor Ortográfico podem ser baixados do R7, que é recomendado pelo Ministério da Cultura. [...]

  • simone

    4 de julho de 2011

    Maiores de 40 vão sofrer um pouquinho até se libertarem do vício adquirido ao longo dos anos.É o meu caso!

  • Maria Lucia

    18 de maio de 2011

    importante para o nossos trabalhos de ortografia, internet, textos e seminarios que vem sido solicitados por nossos professores.

  • Kadrunko

    18 de maio de 2011

    A nova cartilha prevista pelo MEC – sim aquela com inovações de concordância, também está previsto nesta reforma ortográfica?

    RESPOSTA: Você deve encaminhar seu questionamento por meio dos links disponibilizados no texto da própria matéria na qual postou sua pergunta ou então diretamente para o Ministério da Educação, site http://www.mec.gov.br .

  • Larissa Cristiny

    6 de maio de 2011

    Agradeço pela clara explicação quanto ao Acordo Ortográfico, pois oude compreender de maneira rápida as alterações realizadas.

    Parabéns pelo trabalho e pela preocupação conosco.

  • madson

    3 de março de 2011

    O corretor ortográfico online não funciona.

    RESPOSTA: Madson, a matéria na qual postou seu comentário traz os links para maiores informações ou questionamentos.

  • leyla

    12 de fevereiro de 2011

    perfeita orientação!
    Estou fazendo um curso sobre o novo acordo ortográfico

  • mariana

    6 de julho de 2010

    Eu odeio a nova ortografia da lingua portuguesa.É uma m!

  • Twitter Trackbacks for Ministério da Cultura - MinC » Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa - Um conversor para facilitar o trabalho [cultura.gov.br] on Topsy.com

    6 de maio de 2010

    [...] Ministério da Cultura – MinC » Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa – Um conversor para … www2.cultura.gov.br/site/2008/11/09/novo-acordo-ortografico-da-lingua-portuguesa-um-conversor-para-facilitar-o-trabalho – view page – cached Ministério da Cultura – Brasil – www2.cultura.gov.br Tweets about this link Topsy.Data.Twitter.User['betophd'] = {“location”:”São Paulo – Brasil”,”photo”:”http://a1.twimg.com/profile_images/341185060/DSC03240-01_copy_normal.jpg”,”name”:”Alberto Luiz Pereira”,”url”:”http://twitter.com/betophd”,”nick”:”betophd”,”description”:”… agora no twi(st)ter!!!”,”influence”:”"}; betophd: “Para escrever corretamente nos dias de hoje… e com as regras de hoje: http://bit.ly/bkRPKW ” 1 day ago view tweet retweet Filter tweets [...]

  • joyce

    3 de maio de 2010

    amei conhecer mais sobre o acordo ortográfico*****

  • beatriz

    1 de março de 2010

    nao achei isso legal

  • Aldenio Barreto

    12 de agosto de 2009

    E a minha resposta para a pergunta de 08 deste sobre o Novo Acordo Ortográfico? Muito obrigado. Aldenio.

    RESPOSTA, por Contate@Cultura: Suas dúvidas devem ser retiradas com o criador do post original: Edney Souza.

  • Aldenio Barreto

    8 de agosto de 2009

    Como manter a pronúncia, ainda lembrada, do trema, uma vez que as nossas crianças poderão ler a palavra cinquenta como cinco enta ou cinkenta?

  • aurea

    12 de abril de 2009

    Sou aluna da 5ª série em crise preciso saber tudo sobre a nova ortografia.

    RESPOSTA, por Contate@Cultura: Veja neste link.

  • Beatriz Koppe

    28 de novembro de 2008

    Olá! Estou em dúvida quanto à grafia de “cheiinho” e “saiinha”. Entendo a presença de dois “is”, mas não lembro de ter visto essas palavras acentuadas. Elas recebiam mesmo acento? E a presença do NH depois do I? Há uma incoerência aí. Grata, Beatriz.

    RESPOSTA, por Contate@Cultura: Suas dúvidas devem ser retiradas com o criador do post original: Edney Souza.

  • Cristiano

    11 de novembro de 2008

    Muito boa a matéria. Vou postar também no meu blog (Blog da Aprovação) – com os devidos créditos, claro. Vai ser muito útil para os concurseiros.